Uma parede de gelo colapsou esta segunda-feira num museu dedicado ao Titanic, navio que naufragou depois de embater num icebergue, em 1912. O incidente, que ocorreu no estado norte-americano do Tennessee, causou ferimentos em três visitantes, segundo confirmaram as autoridades.

Um dos feridos acabou por ter de ser transportado de helicóptero para o Hospital Universitário do Tennessee, em Knoxville. As outras duas vítimas foram transportadas de ambulância.

Nem precisamos de dizer, nunca esperaríamos um acidente deste género, uma vez que a segurança dos nossos visitantes e trabalhadores estão sempre em primeiro lugar. Temos orgulho na qualidade da nossa manutenção e tomámos medidas para assegurar que as normas de segurança são atualizadas", informaram os donos do espaço, Mary Kellog Joslyn e John Joslyn.

O museu descreve-se como sendo a maior atração alusiva ao Titanic. Uma das atrações mais procuradas é aquela em que os visitantes podem ter a experiência de temperatura corporal que os tripulantes tiveram, com água a chegar a 28 graus negativos.

O museu foi fechado para que a área fosse limpa e reorganizada.

O desastre do Titanic provocou a morte a cerca de 1.500 pessoas, tornando-se num dos casos mais conhecidos da história da navegação.

António Guimarães