Um passageiro de um avião da American Airlines conseguiu abrir a porta do aparelho e saltar para o asfalto, depois de ter tentado morder um tripulante, num aeroporto da Carolina do Norte, Estados Unidos. O homem acabou detido pelas autoridades.

O caso insólito aconteceu na quinta-feira,no aeroporto internacional Charlotte Douglas, que serve a cidade de Charlotte. Tun Lon Sein é nome do passageiro que causou um susto no voo 5242 da American Airlines.

O avião, um Bombardier CRJ-200, já estava a afastar-se do terminal, preparando-se para a descolagem, quando tudo aconteceu. Sein levantou-se do seu lugar e tentou abrir a porta principal do avião.

Inicialmente foi travado por um membro da tripulação e por outros dois passageiros. Só que o passageiro tentou morder o membro da tripulação e acabou por ir até outra das entradas do aparelho, conseguindo, aí, abrir a porta e saltar para a pista.

Segundo a CNN, as autoridades informaram que como o indivíduo não fala muito bem inglês ainda não conseguiam apurar as razões que o levaram a agir desta forma.

Sein foi acusado de interferência durante um voo comercial.

Foi levado a tribunal na sexta-feira, mas a sessão acabou por ser adiada, também por causa da barreira linguística. É que o intérprete do tribunal falava tailandês, mas Sein fala um dialeto da Birmânia.

A nova sessão irá ocorrer a 1 de junho.