Vanessa Woods tinha medo de aranhas, mas agora dorme com 32 tarântulas. Neste momento, já não se consegue imaginar a viver sem elas. A história é contada pela BBC que fez uma reportagem sobre Vanessa.

Desde sempre que esta mulher tinha pavor a estes animais. Mas, Vanessa queria mudar isso. Para lidar com a aracnofobia, fez “terapia de exposição”. Um tratamento que consistiu em aumentar, gradualmente, o contacto com as aranhas, mas sem correr qualquer risco.

Vanessa Woods sente-se feliz com o resultado uma vez que até conseguiu perceber “o quão interessantes são essas criaturas”. Muitas pessoas têm o mesmo medo que Vanessa tinha e não é um medo irracional. As tarântulas têm presas venenosas, movem-se muito rápido e são capazes de disparar pelos minúsculos. A mordida delas, porém, não é mais grave que uma simples picada de uma abelha.