Durante uma festa em Siemianowice Śląskie, cidade a sul da Polónia, um homem de 31 anos, Krzysztof Nowak, foi encontrado inconsciente na rua. Um homem que passou no local alertou os serviços de emergência, que quando chegaram não identificaram sinais de vida e Nowak foi declarado como morto.

Segundo a tese dos médicos, relatada pela imprensa local, o polaco estava em coma alcoólico e após algumas tentativas de reanimação, foi declarado como morto e transportado para a morgue, para ser realizada a autópsia.

Enquanto o funcionário da morgue preparava a autópsia, começou a ouvir barulho do local onde estava guardado o corpo de Nowak. Chamou as autoridades, que abriram a "gaveta" e encontraram Nowak a tremer de frio e desesperado por sair dali. O polaco pediu uma manta e colaborou com as autoridades para tentarem perceber o sucedido.

As autoridades locais aconselharam o homem a ir ao hospital, mas Nowak recusou-se e preferiu voltar para a festa onde esteve antes do incidente.

O médico que declarou Kryzsztof Nowak como morto vai ser interrogado.