O homem que saltou para o lago dos crocodilos do Jardim Zoológico de St. Augustine, no estado norte-americano da Flórida, foi condenado a um ano de prisão, por crimes de invasão de propriedade e imoralidade.

Brandon Keith Hatfield, de 23 anos, saltou para o lago da jaula destinada aos crocodilos do Nilo, uma atração com mais de 125 anos.

De acordo com a agência Associated Press, o incidente aconteceu no dia 5 de novembro do ano passado e terá causado ao jardim zoológico danos no valor de cinco mil dólares, o equivalente a cerca de 4.380 euros.

Hatfield terá quebrado parte da jaula, assim como alguma da sinalética e lâmpadas. A estátua que havia no meio do lago dos crocodilos também ficou danificada, como relatou o diretor do parque, John Bruggen, ao canal Action News Jax.

Segundo as autoridades, as câmaras de segurança mostram Hatfield a ser mordido numa perna pelo crocodilo, após ter invadido o lago. Deixou sangue e alguma roupa para trás, mas escapou ileso.

Acabou detido no dia seguinte, depois de um residente naquela zona o ter denunciado às autoridades quando o viu a rastejar pelo jardim em roupa interior.