Um grupo de sete cães vadios de pelo azul foi encontrado perto de uma antiga fábrica de vidro em Dzerzhinsk, uma cidade industrial na Rússia.

Os cães foram transportados para o veterinário no dia 13 e foram-lhes retiradas amostras de sangue e de excrementos. Apesar de tudo, ainda não foram capazes de identificar com exatidão aquilo que estará na origem da mudança de cor.

Pensa-se, no entanto, que na origem da mudança de cor esteja uma substância química como o sulfato de cobre, matéria que se encontrava nos armazéns da fábrica onde os cães terão andado.

De acordo com a BBC, os cães encontram-se saudáveis e estão a alimentar-se normalmente, apesar das preocupações de que a substância pode ter repercussões na saúde dos animais.

Os animais tornaram-se virais após terem sido partilhadas imagens da matilha no site VK, uma plataforma russa semelhante ao Facebook.

A situação trouxe de novo o debate acerca do risco de poluição química que muitas das antigas fábricas da antiga união soviética apresentam, depois de décadas de abandono.