Será que se o caixote do lixo nos agradecesse cada vez que não poluíssemos, se começaria a deitar menos coisas para o lixo? Não existe uma resposta concreta, mas a experiência já está em prática.

Em Jerusalém há um caixote do lixo a agradece cada vez que as pessoas colocam lixo, naquilo que é um incentivo para diminuir a poluição na cidade israelita.

O caixote está instalado perto de uma paragem de autocarro e aplaude todos os que o usam, seguindo-se um "muito obrigado" em voz de criança.

A iniciativa partiu dos residentes da cidade e tem em vista tornar as ruas do bairro de Pat mais limpas. Com mais de um milhão de habitantes, aquele que é um lugar de culto para cristãos, muçulmanos e judeus é conhecido por também ter muito lixo e poluição.

A tecnologia que permite dar voz ao caixote do lixo baseia-se na existência de sensores e painéis solares que mantêm o objeto em funcionamento.

O nosso bairro está sujo e queremos marcar a diferença", afirmou Talya Tomer, uma residente local e artista de rua, em declarações citadas pela agência Associated Press.

Caixotes do género já podem também ser vistos em cidades como Londres e Berlim.

António Guimarães