Namoravam apenas há três meses e o episódio romântico, que tinha tudo para fazer parte de um filme, acabou por tornar-se apenas num caso insólito.

Tudo aconteceu em janeiro de 2017. McAfee tinha 23 anos e estudava na Universidade de Edimburgo. Antes de reservar a passagem de avião para Paris, onde iria surpreender a sua namorada, o jovem contou ao seu colega de quarto a surpresa que estava a preparar. Com o aval do amigo e do seu pai, acabou por comprar o bilhete.

Enquanto isso, a sua namorada, Salma Saade, então com 21 anos, estava a voltar de Beirute para Edimburgo. Saade, que estava a viajar sozinha, tinha uma escala de um dia em Paris e McAfee imaginou que a iria surpreender ao aeroporto Charles de Gaulle.

Em teoria, o que é que podia correr mal? Não havia muitos voos entre Beirute e Paris e, por isso, o jovem estava convencido de que tinha identificado em que avião estava Saade.

Mas mal ele sabia que, assim que embarcou no seu voo de Edimburgo para Paris, Saade já estava a aterrar na capital escocesa.

O que aconteceu foi que a jovem tinha antecipado o seu voo com o mesmo objetivo: aparecer mais cedo e surpreender o seu namorado.

É uma loucura pensar que, provavelmente, houve um ponto no aeroporto de Edimburgo onde literalmente passámos um pelo outro”, disse McAfee, citado pela CNN.

Saade descobriu pouco depois, ao chegar ao apartamento onde McAfee morava com o seu colega, que tinha dado tudo errado.

O jovem voou depois de volta para Edimburgo para reencontrar-se com a namorada. Atualmente vivem juntos em Londres.

Redação / LF