Uma adolescente de 13 anos foi abandonada pelos pais numa ilha deserta na província de Shandong, na China, por ser "demasiado rebelde”. Segundo os pais, a adolescente recusava-se a ir à escola e ficava no quarto o dia todo.

Cansados do mau comportamento da filha, os pais decidiram dar-lhe uma lição sobre as dificuldades e adversidades da vida, forçando-a a sobreviver em condições adversas. Segundo a adolescente, esta só tinha na ilha apenas algumas bolachas e água para se alimentar.

A jovem foi resgatada dois dias depois, por uns pescadores que estavam a passar na zona. Os trabalhadores chamaram a polícia, que foi de imediato ao socorro da jovem. Quando as autoridades chegaram, a menina disse-lhes que "já não estava a aguentar" viver a bolachas e água, relata o jornal China Press.

Os pais acabaram por levar a filha para casa.

A ilha está situada a um quilómetro da costa da cidade de Rushan e está deserta há muitos anos. Não tem água corrente nem eletricidade.

/ IC