Um homem ficou perdido durante 24 horas depois de se ter desviado do trilho que percorria na maior montanha do estado norte-americano do Colorado. As equipas de salvamento tentaram contactá-lo por várias vezes, mas sem sucesso. É que o homem rejeitou todas as chamadas por não conhecer o número.

O montanhista foi dado como desaparecido por volta das 20:00 do dia 18 de outubro, depois de não ter regressado ao posto onde estava alojado, perto do Monte Elbert.

As autoridades tentaram contactá-lo por diversas vezes através de chamadas, mensagens e voicemail, mas todas essas tentativas foram ignoradas.

Às 22:00 as autoridades decidiram mobilizar uma equipa de cinco membros para as "áreas mais prováveis". Acabaram por regressar cinco horas mais tarde, sem quaisquer sinais do montanhista, que desapareceu a uma altura de 4.400 metros.

Uma outra equipa voltou a ser alocada ao caso mais de 24 horas depois do desaparecimento, na manhã de 20 de outubro, mas acabou por descobrir que o homem tinha regressado em segurança ao local onde estava hospedado várias horas antes, ainda na noite de 19 de outubro.

Segundo as autoridades responsáveis pela segurança da zona, o homem "não fazia ideia" de que andavam à sua procura: "O sujeito ignorou repetidamente as nossas chamadas telefónicas porque não reconheceu o número", referiu o comunicado da equipa de resgate.

Isso mesmo levou a que as autoridades do condado de Lake emitissem um apelo: "Se se atrasar de acordo com o seu itinerário e começar a receber várias chamadas de um número desconhecido, por favor atenda".

Ao todo, cerca de 30 horas foram dedicadas à busca do homem, e os meios de comunicação locais referem que alguns dos membros da equipa de salvamento ficaram irritados ao saberem do desfecho.

António Guimarães