Pode não ser um recorde, mas um britânico, de 28 anos, já reprovou 107 vezes no exame de código. Com tantas tentativas, o britânico, que não foi identificado, já gastou mais de 3800 euros.

O porta-voz da escola de condução disse ao The Telegraph que o número de tentativas é incomum e que «a determinação destas pessoas mostra como aprender a conduzir é importante. É um marco que a maior parte das pessoas aspira, pela independência e liberdade de movimentos que acarreta».

Na Grã-Bretanha, já houve um caso semelhante de um homem, de 40 anos, que só passou no exame depois de 37 tentativas. O exame britânico de código é dividido num teste de escolhas múltiplas, com 50 questões e um teste psicotécnico, onde é preciso acertar 44 em 75 respostas para passar.
Redação / LP