Uma mulher de nacionalidade sul-coreana tem sido inundada com milhares de chamadas telefónicas todos os dias, após o seu contacto ter aparecido no primeiro episódio da série Squid Game, quando um homem dá um número de telemóvel para que as pessoas participem num jogo onde podem apostar as suas vidas em troca da possibilidade de ganhar uma elevada quantia de dinheiro.

O contacto, porém, pertencia a uma pessoa real, uma mulher que diz ter sido bombardeada por chamadas de crianças que “queriam participar no jogo”

De acordo com o Insider, o incidente levou a que um político sul-coreano tenha tentado tirar proveito do mediatismo do caso e ofereceu-se para comprar o número de telemóvel ao cidadão.

Ouvi dizer que o dono do número de telemóvel mostrado num cartão na série ‘Squid Game’ está a sofrer sérios danos fruto do elevado número de chamadas. Eu gostaria de comprar o número por 100 milhões de won (aproximadamente 72 mil euros)”, afirmou Huh Kyung-young. 

A mulher, no entanto, diz não poder mudar de número de telemóvel, uma vez que utiliza esse contacto há mais de dez anos e que é o mesmo utilizado no trabalho. Citada pela imprensa local, a cidadã, que não quis revelar a sua identidade, afirma que teve de começar a utilizar comprimidos para dormir para conseguir lidar com a situação.

A imprensa coreana confirma que a Netflix já está em contacto com a operadora coreana de forma a resolver o problema.