A cidade de Lund, na Suécia, vai despejar uma tonelada de dejetos de galinha no parque central, numa tentativa de impedir que os 30 mil habitantes da cidade se reúnam lá para as celebrações da Walpurgis Night, esta quinta-feira.

Lund pode tornar-se num epicentro da disseminação do coronavírus na última noite de abril. Acho que foi uma boa iniciativa", disse Gustav Lundblad, presidente do comité de meio ambiente da autarquia, ao jornal Sydsvenskan, citado pelo britânico The Guardian.

 

Temos a oportunidade de fertilizar a relva e, ao mesmo tempo, vai cheirar tão mal que retirar a vontade das pessoas se sentarem para beber uma cerveja no parque.”

O responsável percebe que há desvantagens na medida e uma delas poderá ser o cheiro espalhar-se pela cidade não se cingir ao espaço do parque.

Não sou especialista em fertilizantes, mas, pelo que percebi, também pode cheirar um pouco fora do parque. Afinal, são excrementos de galinha. Não posso garantir que o resto da cidade seja inodoro. Mas o objetivo é manter as pessoas fora do parque.”

A Suécia optou por adotar medidas mais leves no combate ao coronavírus. Não optou, por exemplo, pelo confinamento social, como muitos dos países nórdicos e grande parte dos restantes países europeus.

A Walpurgis Night celebra-se a 30 de abril e é amplamente comemorada no norte da Europa, com festas de rua e convívios em volta de fogueiras. São celebrações espontâneas e difíceis de controlar pela autoridades, que se limitaram a, este ano, apelar à contenção, para não haver riscos de propagação do coronavírus.

Lund é uma das maiores cidades universitárias da Suécia.

Manuela Micael