Seis nudistas foram multados pela polícia que patrulhava as margens do lago Como, numa operação para evitar que as praias se encham de gente este verão e seja preservado o distanciamento físico essencial para impedir a propagação do novo coronavírus. Curiosamente, apesar da operação das autoridades visar o combate à propagação do novo coronavírus, os seis homens não foram multados por não cumprimento das regras para evitar a transmissão da doença, mas sim por ferir a decência pública.

Os seis homens, todos com idades entre os 43 e os 68 anos, foram multados em 3333 euros, no domingo, depois de terem sido avistados pelos carabinieri (a polícia italiana), que patrulhavam as margens do lago Como de barco.

A Itália tem sido um dos países mais fustigados pela pandemia do novo coronavírus, sobretudo na região da Lombardia, onde as autoridades tentam combater os ajuntamentos sociais nas praias, para onde as pessoas vão para fugir ao calor.

Manuela Micael