há quem jure a pés juntos que é azul e preto e há quem afirme categoricamente que é branco e dourado. A
As celebridades juntaram-se ao debate.
A apresentadora norte-americana Ellen Degeneres afirmou mesmo que, agora, o mundo vai ficar dividido entre as pessoas que veem azul e preto e as que veem branco e dourado.

 
Mas como e que é que começou este fenómeno e, mais do que isso, como se explica?

Ora, tudo começou quando Caitlin McNeil publicou a fotografia do vestido na sua página do Tumblr. Caitlin escreveu: «Por favor ajudem-me, este vestido é azul e preto ou branco e dourado? Eu e os meus amigos não conseguimos chegar a acordo e estamos a dar em malucos».



E assim se lançou o debate. Depressa o vestido chegou ao Reddit, ao Twitter, ao Facebook e a quase todos os órgãos da imprensa internacional.

Um pouco por todo o mundo os utilizadores começaram, tal como Caitlin e os amigos, a «dar em malucos».
 
Mas como se explica que cores tão diferentes possam ser vistas numa mesma imagem?

Segundo os especialistas este intenso debate deve-se à forma como a luz incide no objeto e é refletida e, ao mesmo tempo, à forma como que interpretamos a luz refletida no nosso cérebro.

Por um lado, a luz que é refletida por um objeto muda consideravelmente consoante as diferentes condições de iluminação. A cor do objeto, no entanto, mantém-se a mesma, escreve a «Science Daily», citada pela «Time».

Por outro lado, um neurocientista da Universidade Washington explicou à a revista «Wired» que a forma como a luz entra no nosso sistema ocular também define a forma como o cérebro decide a informação. Numa situação ambígua como esta podemos eliminar uma cor e focarmo-nos noutra.
«É suposto que o nosso sistema visual deite fora alguma informação», disse Jay Neitz.