Há acidentes e acidentes com telemóveis. Quem nunca deixou cair o telemóvel ao chão que atire a primeira pedra. Mas Ernesto Galiotto, um ambientalista e cineasta brasileiro, foi mais alto… bem mais alto, nesta questão dos acidentes com telemóveis.

Durante um voo num pequeno avião para registar o içar da bandeira azul na Praia do Peró, em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, Brasil, Ernesto filmava com o seu iPhone 6S e deixou-o, literalmente, voar pela janela. O momento ficou registado em vídeo e é impossível não soltar uma gargalhada, perante a reação bem-humorada do desastrado proprietário do iPhone.

Depois do choque inicial, Ernesto grita para os banhistas na praia, através da janela do helicóptero: “Galera, perdi meu celular!”.

Depois, para a câmara, relata o que aconteceu: “Bom, turma, nós viemos ver o negócio da bandeira azul. Não foi erguida. Claro que vai ser daqui a uns dias. Mas o prejuízo ficou no meu celular!!!! Cinco ‘paus’! Mergulhou! Vamos ver se está fora ou dentro de água…”

Ernesto ainda não sabia, mas o aparelho continuou a filmar durante a queda. O vídeo, que dura cerca de 20 segundos, mostra que o telemóvel rodou, em direção ao chão, a alta velocidade, e acaba com um grande impacto no solo. Depois fica só uma imagem do céu.

No dia seguinte, Ernesto Galiotto tentou rastrear o aparelho através do sistema de geolocalização instalado no iPhone. E encontrou-o quase intacto, nas dunas. Tinha apenas uma pequna quebra no vidro frontal. Funciona perfeitamente, apesar do voo de 300 metros.

Manuela Micael