Uma mulher apanhou um valente susto, depois de ter acordado com uma cobra enrolada no braço, num hotel dos Estados Unidos. Melinda Major estava a dormir quando sentiu algo a mexer-se na sua cama.

Melinda Major vive na capital do estado do Tennessee, Nashville, mas estava em Memphis, no mesmo estado, onde tinha uma consulta médica.

Assim que sentiu algo a mexer-se na cama, a mulher levantou-se e chegou-se para o lado. Quando olhou para o sítio onde estava, deparou-se com uma cobra verde e entrou em pânico.

Não sou uma pessoa de cobras. Consigo lidar com aranhas e coisas desagradáveis, mas cobras não é o meu forte”, explicou Melinda Major à CNN.

Ao início, Melinda Major ainda pensou que pudesse ser uma brincadeira do marido, mas só depois se lembrou que estava sozinha. Os responsáveis do hotel foram chamados e a cobra foi levada.

Apesar do susto, Melinda Major afirma que voltará ao hotel sempre que necessário, uma vez que já ali ficou várias vezes e, desta, elogiou a atitude do staff.

Como tenho horror a cobras, eles atuaram muito rápido. Foram muito úteis”, reiterou Melinda Major.

O animal em questão é uma cobra que não representa qualquer perigo para os humanos. Embora tenha veneno, a sua toxicidade não é suficiente para colocar uma pessoa em perigo. Sem força para asfixiar uma pessoa, a cobra de jardim é completamente inofensiva. Sendo carnívora, esta cobra alimenta-se de pequenos insetos como minhocas.

Mais tarde, o hotel onde tudo aconteceu acabou por emitir um comunicado, onde garantiu que a segurança dos seus hóspedes é uma prioridade.

A segurança dos nossos hóspedes é sempre a mais alta das nossas prioridades. Assim que se apercebeu do incidente, o hotel removeu imediatamente a cobra e alertou os controlos de pesticidas, que analisaram o quarto mais tarde", afirmou o hotel.