Neil e Lucy Henderson viviam em Aberdeen, na Escócia, com o seu gato, chamado Forbes. Em 2011, o animal desapareceu. Foram meses de buscas, sem sinal do felino. Agora, uma organização responsável pelo bem-estar animal na Escócia, a Scottish SPCA, reuniu Forbes com os seus donos, ao fim de dez anos.

A organização foi alertada para a presença de um gato abandonado nas ruas de Aberdeen. Depois de recolherem o felino e após consultarem o chip, não demorou muito até encontrarem os donos de Forbes. Na verdade, ele foi encontrado muito perto da zona de onde tinha desaparecido, escreve a BBC.

Atualmente, Neil e Lucy Henderson vivem em Edimburgo e não podiam estar mais contentes de ter o seu gato de volta.

Quando ele desapareceu, em março de 2011, ficámos destroçados. Estava connosco desde pequenino e tínhamos uma ligação especial. Gostávamos muito dele”, recorda Neil Henderson.

Até fizemos posters que foram espalhados e entregues porta a porta na área onde vivíamos. Ao fim de oito, nove meses, e com muita tristeza, perdemos a esperança e assumimos o pior”, acrescenta. “Foi uma onda de emoções, quando descobrimos que tinha sido encontrado. Um sonho tornado realidade”, conclui Neil.

No dia seguinte ao telefonema da Scottish SPCA, foram a Aberdeen buscar Forbes. Quando se reencontraram, o casal reconheceu o seu gato de imediato e, pela a reação do animal, que foi muito carinhoso, eles acreditam que também Forbes os reconheceu.

Patrícia Pires