Foi no passado mês de março, mais precisamente no 'Dia do Pai', que a pequena cidade francesa "Bitche" acordou com a notícia de que o facebook tinha removido temporariamente a página oficial do município da plataforma. 

O sucedido gerou indignação na população da cidade e levou o presidente da câmara a apurar responsabilidades. Segundo a mensagem gerada automaticamente pela rede social, a remoção da página aconteceu porque o nome ("Bitche") viola as regras do facebook, visto que a palavra "Bitche" é muito parecida com "bitch", um palavrão na língua inglesa. 

A 19 de março, o facebook informou-nos que a nossa página, "Ville de Bitche", já não estava online, alegando que representava uma violação das condições aplicáveis ​​às páginas do facebook" afirmou em comunicado o presidente da câmara Benoît Kieffer.

Após ter detetado o erro, o facebook restabeleceu a página, quatro dias depois. 

Parece que o nome da nossa cidade sofreu uma má interpretação. O que aconteceu aqui demonstra que as ferramentas do facebook são insuficientes e limitadas, e há coisas que só o olhar humano pode apreciar", acrescentou Benoît. 

Depois da página ter sido restabelecida, o presidente do facebook em França contactou o presidente da câmara para fazer um pedido de desculpas pelo transtorno causado. 

Diogo Assunção