E se as companhias aéreas começassem a pesar os passageiros para distribuir melhor o peso ao longo do avião? Parece surreal, mas é o que a Havaiian Airlines está a fazer, pelo menos com os passageiros obesos na rota entre Pago Pago, na Samoa Americana, e Honolulu, no Havai: obriga-os a pesarem-se na altura em que fazem o check-in, alegando uma gestão da distribuição de lugares de modo a equilibrar o peso na cabine.

Assim, os passageiros que comprem viagens com esta companhia aérea deixam de poder escolher o lugar que desejam.

A medida está a ser objeto de múltiplas críticas. Alguns passageiros consideram a regra discriminatória, já que só se aplica à Samoa Americana, onde cerca de 70% da população tem excesso de peso.

A companhia aérea havaiana justifica a medida, alegando que registou um aumento na média do peso dos passageiros e que, por isso, tornou-se necessário distribuir o peso na aeronave.

A Havaiian Airlines não é a primeira companhia a fazê-lo. Em 2013, a Samoa Air introduziu a mesma medida e a Uzbekistan Airways fez o mesmo em 2015.