Um grupo de macacos assaltou um colaborador de um laboratório, esta semana, em Meerut, perto de Delhi, na Índia, e levou frascos com amostras de sangue para serem testadas ao novo coronavírus. O incidente provocou o pânico na localidade, fazendo temer que ajudasse a propagar o vírus.

Os macacos levaram três amostras de sangue e fugiram, subindo às árvores nas redondezas e tentaram morder os frascos com as amostras.

As amostras foram recuperadas mais tarde, sem qualquer dano, garante o responsável pelo departamento de Saúde Pública de Meerut, Dheeraj Raj, citado pela AFP.

As amostras estavam intactas e não acreditamos que tenha havido nenhum risco de contaminação ou propagação do vírus”, disse, acrescentando que as pessoas a quem pertenciam as amostras voltaram a ser sujeitas a novos testes.

Estas declarações só surgiram depois de imagens dos animais carregando as amostras e empoleirados nas árvores se terem tornado virais no Facebook.

 
Manuela Micael