Cinco estudantes indonésias foram acusadas de blasfémia e enfrentam a possibilidade de serem enviadas para um reformatório juvenil por dançarem música do grupo pop Maroon 5 enquanto rezavam num vídeo na Internet, informou a imprensa local.

As menores gravaram a coreografia com um telemóvel no dia 9 de março durante um intervalo escolar em Tolitoli, uma cidade da ilha Célebes, e foram interrogadas pela polícia pela primeira vez a 5 de abril quando dispararam as visitas no Youtube.

As autoras do vídeo foram expulsas do centro, embora não tenham sido detidas por serem menores de idade, noticiou o diário Jacarta Globe, citado pela agência Efe.