Um homem conseguiu salvar quatro raposas, em Sussex, Inglaterra, depois de assistir a um animal a ser atropelado. Quando correu para o local, encontrou uma raposa adulta grávida, que acabou por perder a vida no embate. Chris Rolfe pensou rápido e conseguiu fazer uma cesariana improvisada no local.

Apesar de a raposa estar morta, o homem notou movimentos na barriga do animal. Chris Rolfe pegou numa faca que tinha no carro para abrir a barriga da raposa, encontrando quatro crias dentro do animal.

Rolfe contou aos meios de comunicação ingleses que foi a correr para casa da sua mãe, Jean, levando as raposas bebés consigo. Sabia que a mãe podia salvar as crias, uma vez que já havia lidado com situações semelhantes, chegando a salvar bebés de raposas, coelhos e ouriços.

Depois de feita a higienização aos animais, Rolfe e a mãe alimentaram as raposas com leite, naquilo que o homem descreve como “longas noites”. Cinco semanas depois, os bebés estavam a comer alimentos sólidos.

A única fêmea do grupo chama-se Biscuit, enquanto os três machos respondem a Ginger, Little Tip e Big Tip. Os animais deverão voltar à natureza quando tiverem idade suficiente, o que deixa uma mágoa em Jean: “É egoísta dizê-lo, mas vai ser difícil deixá-los ir”.

É muito emocionante tê-los ajudado a chegar aqui. São maravilhosos”, disse Jean

Quando no final do mês de maio as crias cumprem as 10 semanas de idade e deverão ser dadas ao Fox Project, uma organização que trata mais de 900 raposas feridas todos os anos. Aí deverão começar a ambientar-se à vida selvagem, para depois serem definitivamente libertadas.