Marites Fortaleza, de 53 anos, é a empregada doméstica de Warren Stephens, um conhecido empresário americano. A mulher, que trabalha para a família há 18 anos, ficou presa durante três dias no elevador da casa bilionária do patrão.

O incidente ocorreu na passada sexta-feira em Upper West Side, em Manhattan, nos Estados Unidos, momentos depois de toda a família ter saído em viagem durante o fim-de-semana.

Segundo o The New York Times, a mulher só foi resgatada esta segunda-feira, depois de uma chamada que os proprietários da casa fizeram para os bombeiros, alegando que o elevador estava bloqueado.

O elevador parou entre o segundo e o terceiro andar do edifício. Os bombeiros forçaram a porta e lá dentro encontraram Marites.

Estava aparentemente bem, mas foi imediatamente transportada ao centro médico Weill Cornell, onde, depois de ser assistida, lhe foram diagnosticados sinais de desidratação.

O elevador foi alvo de inspeção em julho do ano passado. As autoridades desconhecem se havia telefone ou botão de emergência no ascensor. A família Stephens promete investigar as causas do acidente, que consideram ser “um valioso elemento da família”, segundo um comunicado divulgado pela Associated Press.