Ser vizinho de gatos? Já há quem o seja. David Callisch, o proprietário de um estúdio com cerca de 40 metros quadrados na cidade de San José até ficou surpreendido quando percebeu que as suas futuras inquilinas seriam duas gatas.

Este não era um objetivo de vida, nem sonhava em ter gatos como inquilinos (...) apenas aconteceu desta maneira", disse Callisch à página na internet da cadeia televisiva ABC.

O proprietário do estúdio tencionava partilhar o espaço no site de arrendamentos Airbnb quando foi surpreendido com a necessidade de uma amiga da sua filha. Victoria Amith ia estudar para uma faculdade perto de Los Angeles, a uns 700 quilómetros de San José, e o pai desta mostrou interesse em arrendar o espaço para Louise e Tina, as duas gatas da rapariga.

Elas não bebem, não fumam, nem põem música alta", afirma Callisch, que aceitou a proposta de arrendamento por 1500 dólares, cerca de 1300 euros. 

Instagram oficial

Com o arrendamento consumado e o senhorio satisfeito, as duas inquilinas também parecem estar agradadas. É o que se depreende, na medida do possível, pela página oficial de instagram das gatas Louise e Tina e no vídeo abaixo, publicado no Twitter por Jobina Fortson, repórter da ABC News.

 

Críticas às gatas

Ao que se sabe, a estadia dos animais não será permanente. Mas até Victoria Amith levar as suas gatas consigo, estas terão de obedecer ao contrato. Cabe ao pai da rapariga ir pagando as rendas.

Eu preferia ter pessoas aqui a utilizar o estúdio, mas não há muitas mais opções entre quem fique só uma noite ou ter gatos como inquilinos", afirmou o senhorio Callisch.

Apesar da insólita situação, esta já foi alvo de críticas. A Bay Area, onde se localiza o estúdio, é palco atual de uma crise imobiliária, com uma escassez significativa de casas.

Jennifer Loving, dirigente da Destination Home - organização que luta contra a falta de habitação e pela proteção de famílias em risco de serem despejadas - garante que esta história "destaca a tremenda desigualdade em Silicon Valley", a região na baía de São Francisco onde estão situadas várias empresas de alta tecnologia.

Temos milhares de pessoas nas nossas ruas e estamos a pagar para garantir que os nossos gatos tenham um lugar para morar", acrescentou a Jennifer Loving. 

De acordo com a associação, atualmente, há mais de 4.000 pessoas sem-abrigo na cidade de San José, havendo quem pague 800 dólares (cerca de 700 euros) mensais por um barracão ou uma garagem.