Um peixe conhecido como Koi, de cor vermelha e branca, já se tornou o mais caro do mundo, após ter sido vendido por 1,8 milhões de dólares (aproximadamente um milhão e 500 mil euros), num leilão no Japão.

Os Koi são, de facto, um tipo de carpa, que os produtores de arroz no Japão começaram a alimentar e criar há cerca de 300 anos. Hoje, são inevitavelmente os peixes de estimação mais caros do mundo.

No caso, o peixe em questão tem 101 cm de comprimento e pertence à variedade Kohaku, considerada a mais valiosa da espécie. Foi comprado por uma mulher de nome Yingying, de Taiwan (a ilha Formosa), num leilão na fazenda Saki Fish, na cidade de Hiroshima.

A nova proprietária pretende inscrever o peixe, que é fêmea, no concurso All Japan Koi Show, que distingue os que têm maior tamanho e variedade de cores. Espera que a sua Koi ganhe o concurso pela segunda vez, após a vitória em 2017.

A espécie Kohaku, à qual este peixe Koi pertence, é a mais popular e valiosa.

Este é um preço recorde alguma vez pago por um único peixe Koi. Com 101 cm é muito grande e pertence à espécie Kohaku, que é a preferida", afirmou Tim Waddington, especialista britânico nestas espécies, ao Mail Online.

500 mil ovos

Vários especialistas afirmam que os criadores do peixe Koi investem neste animal por ter um alto valor lucrativo.

Yingying, a compradora, viu no peixe de 101 cm uma oportunidade de investimento a longo prazo, já que esta espécie pode produzir até 500 mil ovos, embora apenas cinco mil tenham a qualidade necessária para serem comercializados.

Relativamente ao valor tão alto alguma vez pago por um peixe, este está diretamente relacionado com as suas características, segundo os especialistas na matéria, já que, no Japão existem várias competições que distinguem os melhores Koi.

Os compradores têm especial atenção à pele do peixe, às suas cores, tamanho e à forma como se movem na água.

No entanto, aquilo que mais interesse desperta é mesmo a cor do Koi, visto que os mais disputados são aqueles que têm cores bonitas e cintilantes: os mais coloridos e brilhantes acabam por ser os mais valiosos e dominam a maioria dos concursos em que entram.

De acordo com o site norte-americano Business Insider, quanto mais bonito e brilhante for o peixe mais os compradores estão dispostos a pagar por ele.

O Japão é o maior produtor mundial de peixes Koi, sendo que as exportações deste animal geraram mais de 30 milhões de euros de receitas em 2016, o que aumentou a sua popularidade entre compradores e criadores.