Uma equipa médica no Kosovo teve de retirar um telefone Nokia 3310 do estômago de um paciente após ele o ter ingerido voluntariamente.

De acordo com a imprensa local, o homem de 33 anos foi submetido a uma intervenção médica porque o objeto era demasiado volumoso para ser realizada a digestão e estava a libertar ácido vindo da bateria.

Skender Teljaku, que liderou a equipa médica, partilhou fotos do telefone no Facebook depois de ter sido removido, bem como imagens de raios-X e endoscópios enquanto ainda estava dentro.

 

O médico conseguiu remover o corpo estranho sem cortar o estômago, retirando-o em três pedaços com a endoscopia. Não houve "complicações", disse.

Redação / HCL