Chama-se Madison Kohout, tem 19 anos, acidentalmente, mudou-se para um lar de idosos e tem documentado a nova realidade no TikTok.

A jovem norte-americana queria mudar de vida e decidiu trocar o estado Oklahoma pelo Arkansas. Kohout começou por procurar uma habitação para alugar através da internet e acabou mesmo por encontrar um “bom negócio” com uma renda significativamente mais barata do que todas as outras propostas.

Madison só percebeu que havia cometido um erro assim que chegou à nova casa. A jovem deparou-se com os novos vizinhos mais velhos e com uma placa informativa que, inequivocamente, dizia que se tratavam de infraestruturas destinadas a idosos.

Os primeiros momentos no novo lar foram documentados através da rede social TikTok e já contam com mais de 3,4 milhões de visualização e mais de 600 mil likes.

E foi assim que me mudei para um lar de idosos”, explica Madison Kohout.

Em vez de se recriminar, a jovem optou por criar uma espécie de documentário cómico sobre como é viver num lar de idosos poucos anos depois de se atingir a puberdade.

Madison Kohout enumera vários pontos benéficos em viver juntamente com pessoas de idade mais avançada.

Sempre que chego a casa, geralmente, está muito silêncio, porque a maioria dos meus vizinhos está a dormir. Mas, um dos maiores privilégios é que sempre que quero posso ouvir música, porque alguns deles não conseguem ouvir bem. Outra coisa divertida é que quando chego, depois de um dia de trabalho, todos me perguntam como foi o meu dia”, diz Madison.

Nuno Mandeiro