Uma italiana de 66 anos fingiu ser cega, durante oito anos, para burlar o Estado e receber uma pensão por uma invalidez que não existe. A mulher terá aplicado um golpe no valo de mais de 235 mil euros, correspondente às pensões que recebe indevidamente desde 2004.

Agora, de acordo com o jornal «Corriere della Sera», foi apanhada pela Guarda de Finanças - uma espécie de polícia especial que se dedica a investigar casos de fraude ao Estado. Um agente filmou-a a atravessar a rua sem necessidade de qualquer auxílio e chegou mesmo a fazer compras e a espreitar montras, como qualquer pessoa normal. Sob disfarce, os agentes conseguiram mesmo que assinasse um recibo e ela nem de óculos necessitou.

O vídeo, captado na cidade de Pinerolo, na província de Torino, foi colocado no Youtube e a mulher foi desmascarada. A mulher enfrenta agora uma acusação de fraude ao sistema de pensões do país.