Um dos vencedores do concurso do Euromilhões de 18 de setembro de 2020 perdeu a oportunidade de receber mais de um milhão de euros depois de ter deixado passar o prazo para levantar o prémio.

O prémio de um milhão de libras (1,1 milhões de euros) foi atribuído a um cidadão de Walsall, no Reino Unido, mas o britânico não reclamou o prémio antes do dia 17 de março.

De acordo com as regras do sorteio, o vencedor tem cerca de 180 dias para apresentar os números e as estrelas referentes ao prémio.

Andy Carter, consultor de vencedores do Euromilhões, teve a difícil tarefa de informar o vencedor de que o prémio já não podia ser levantado.

Infelizmente, posso confirmar que o titular do bilhete não apareceu dentro do prazo para levantar o prémio, perdendo esta quantia substancial de dinheiro”, afirmou ao jornal El Mundo.

O dinheiro será agora será adicionado aos 30 milhões de libras (34 milhões de euros) arrecadados em média a cada semana para causas solidárias, acrescentou o responsável.

O Euromilhões tem um total de 13 categorias de prémios e as oportunidades gerais de ganhar um prémio são de 1 em 13.

Os valores em jogo são ganhos por acertar em dois números ou mais e culminam com o prémio do jackpot se o concorrente acertar cinco números e duas estrelas.