O caso aconteceu já em meados de janeiro, mas só agora foi tornado público: um homem deixou o filho bebé dentro de um comboio, para fumar um cigarro na plataforma e o comboio acabou por partir sem ele.

As imagens de videovigilância da Greater Cleveland Regional Transit Authority, a empresa que gere os caminhos de ferro no estado norte-americano do Ohio, mostram toda a situação: o homem chega, pousa a cadeirinha com o bebé num dos bancos, ajeita-lhe as mantinhas; ainda se vê o homem a vaguear na carruagem e depois a sair, a pedir um cigarro a outra pessoa e a fumar. Quando o comboio dá sinais de partir, outro homem que está dentro da carruagem, chama-o em pânico, mas era já tarde demais.

O vídeo mostra depois o homem em pânico a correr atrás do comboio, quando se apercebeu que o maquinista tinha arrancado sem ele.

Os funcionários da empresa que gere o caminho de ferro foram alertados e pararam na estação seguinte, a poucos quilómetros daquela onde aconteceram os momentos de pânico, esperaram pelo homem, que acabou por reaver o filho são e salvo.