Instinto de proteção de um cão pastor levou-o a perseguir, no meio de uma autoestrada, em Espanha, um camião que transportava as ovelhas, de que sempre cuidou desde cachorro, para uma última viagem, até ao matadouro.

Piqué, como bom cão pastor, ao perceber que o seu rebanho tinha sido enfiado e levado por um camião, não hesitou em entrar na autoestrada AP7 e perseguir durante largos quilómetros o veículo até onde pôde para as salvar. Até onde pôde porque Piqué só parou quando a Guarda Municipal de Forgars de la Selva, em Barcelona, o conseguiu apanhar após vários alertas dados pelos condutores.

Felizmente, o ato de coragem não passou de um grande susto para Piqué, para os condutores e para os guardas que o conseguiram apanhar e salvar sem mazelas. 

No entanto, quando os agentes de autoridade o resgataram não faziam ideia de como é que ele tinha ido ali parar e porquê. Inicialmente, pensaram que teria fugido ou que estaria perdido e desorientado. Só quando falaram com o dono é que perceberam que havia muito mais para além de um cão a correr desesperadamente na estrada.

Piqué tinha uma missão desde pequeno: proteger e cuidar daquele rebanho, e quis levá-la até ao fim. Apesar de não ter sido uma missão bem sucedida, ninguém lhe tira o mérito e a coragem de querer evitar o final trágico das suas fiéis companheiras. 

A publicação desta história, pela Guardia Civil, tem dado que falar nas redes sociais e, na verdade, não tinha como ser de outra maneira. 

Os animais nunca param de nos surpreender e vale a pena, por esta e outras histórias semelhantes, fazer um esforço para melhorar as vidas deles” lê-se.