Depois de sofrer 19 abortos espontâneos, uma norte-americana deu à luz um bebé com 6,4 quilos e mais de 60 centímetros de comprimento. Um peso que impressionou todos os presentes.

O médico que realizou o parto admitiu que este é maior recém-nascido que já viu em 27 anos de carreira. O bebé nasceu de cesariana, às 38 semanas, e já usa roupas para seis a nove meses.

O médico e as enfermeiras queriam todos tirar uma selfies connosco, estavam muito animados, afirmou Cary Patonai.

O casal já tinha outros dois filhos, nascidos também com um peso acima do "normal": um com 3,6 e outro com cinco quilos.

O meu médico vai fazer algumas pesquisas e ver o que podemos fazer, realmente achamos que batemos um recorde", escreveu a mãe, na rede social Facebook.

Segundo a imprensa norte-americana, o hospital teve que encomendar fraldas "especiais", já que as que tinham não eram grandes o suficiente.

Finley é também é considerado um bebé milagre, já que a mãe teve vários abortos espontâneos antes do seu nascimento.

Dois dos abortos espontâneos foram pares de gémeos e por isso foi muito difícil", contou Cary à estação televisiva ABC

Redação / IC