Um jardim zoológico do Reino Unido teve de separar um grupo de cinco papagaios-cinzentos que insultavam os clientes do espaço de forma recorrente.

Segundo a agência Associated Press, as aves encorajavam-se mutuamente a insultarem os visitantes e a praguejarem.

Os papagaios, Billy, Eric, Tyson, Jade e Elsie chegaram ao Centro de Vida Selvagem de Lincolnshire em agosto, passando a fazer parte da colónia de 200 papagaios daquele parque.

O diretor do jardim zoológico, Steve Nichols, revelou à AP que os animais têm sido desordeiros desde que chegaram ao espaço.

Estamos habituados a que os papagaios usem palavreado menos apropriado, mas nunca tivémos cinco ao mesmo tempo", referiu.

Apesar do insólito, o jardim zoológico não recebeu quaisquer queixas, bem pelo contrário. Steve Nichols conta que a maioria dos visitantes acha a situação engraçada, mesmo quando os papagaios lhes dizem coisas menos próprias.

Segundo o tratador, as aves foram separadas para que as crianças que visitam o parque não sejam expostas àquele tipo de linguagem. Os papagaios foram movidos para zonas diferentes do jardim zoológico "para não se provocarem".

Apesar da separação, o Centro de Vida Selvagem de Lincolnshire está a procurar atrair visitantes com base no incomum comportamento dos cinco papagaios. Isso mesmo já motivou uma mudança da fotografia de capa da conta de Facebook do parque, onde agora aparecem os "cinco infames".

Publicado por Lincolnshire Wildlife Park em  Quinta-feira, 1 de outubro de 2020
António Guimarães