Dois jovens australianos foram resgatados, depois de acenderem uma fogueira e escreverem a palavra “socorro” na lama. O casal foi encontrado na segunda-feira, 26 horas depois de ter sido dado como desaparecido, numa área remota da Austrália, infestada de crocodilos.

Foi no Parque Nacional de Keep River que Colen Nulgit, de 20 anos, e a namorada, Shantelle Johnson, de 18, foram encontrados. Tinham-se dirigido ao local para pescar, quando a carrinha em que seguiam ficou presa na lama.

A região é totalmente isolada, impedindo que encontrassem ajuda.

“Os nossos corações afundaram-se. A sensação de ficar preso… é simplesmente muito assustadora”, contou Colen Nulgit, em entrevista à CNN.

Os minutos angustiantes tornaram-se rapidamente em horas e o casal foi forçado a pernoitar no parque, infestado de crocodilos, e enfrentar as temperaturas baixas. Com medo dos predadores, os jovens acabaram por não conseguirem dormir, até porque já tinham avistado pegadas de crocodilo.

“Estes crocodilos não têm medo de humanos, não têm medo de nada. A comida é apenas comida para eles. Tudo é comida”, disse Colen.

Decidiram abrigar-se longe do rio, mas, ainda assim, não conseguiram adormecer. O casal contou à CNN que, na altura, temeram que não os encontrassem, porque “quase ninguém vai ali”.

Contudo, desconheciam que uma equipa de resgate já os procurava, depois da mãe de Shantelle ter comunicado o desaparecimento à polícia. E, sem saberem, acabaram por cooperar com as autoridades.

Os dois jovens lembraram-se de escrever a palavra “help” (“socorro”, em português) na lama, para chamar a atenção, caso um avião passasse pelo local. O plano resultou: a equipa de salvamento sobrevoou o parque e conseguiu avistá-los. Quando ouviram a avioneta, apressaram-se a acender uma fogueira, para indicarem o local preciso onde se encontravam.

“Se não tivessem feito uma fogueira e avisado os familiares de tudo o que fariam, e que chegariam a determinadas horas, podiam não ter sido encontrados”, pode ler-se no comunicado emitido pela polícia australiana, citado pela CNN.

Apesar do susto, os jovens já estão a preparar a próxima viagem.