A moda das “selfies” acabou de colecionar mais uma vítima mortal. Uma estudante norte-americana perdeu a vida, no domingo, depois de cair de um penhasco com 30 metros, ao posar para uma fotografia.

Andrea Norton tinha 20 anos e estudava Ciências Ambientais, na Universidade de Briar Cliff. Tudo aconteceu durante uma visita de estudo à Floresta Nacional Ozark, no Arkansas, EUA, quando posava para uma foto no famoso Hawksbill Crag, onde se localiza Whitaker Point, um penhasco conhecido pelas paisagens pitorescas.

De acordo com a CNN, testemunhas do incidente garantiram que a jovem se estava a posicionar para a foto, quando se desequilibrou e acabou por cair. Os serviços de emergência foram chamados ao local, mas não foi possível salvar a estudante.

Segundo as autoridades entrevistadas no local, a jovem perdeu um pé durante a queda, de aproximadamente 30 metros.

O xerife Glenn Wheeler afirmou que a morte de Andrea Norton serviu para relembrar destes locais populares para tirar fotografias escondem perigos, por vezes, mortais.

“Hawksbill Crag é um sítio espetacular, visitado por milhares de pessoas todos os anos. Contudo, com um passo em falso, um dia incrível pode tornar-se numa tragédia. Quero que toda a gente aprecie este condado, mas que tenha cuidado e respeite o quão perigosos estes locais podem ser. Não quero que nenhuma outra família tenha de passar pelo que a família da Andrea está a passar neste momento”.