Os Emirados Árabes Unidos (EAU) decidiram criar chuva artificial para combater as temperaturas de 50 graus que se fazem sentir frequentemente no país. A chuva é criada através de um drone, que desencadeia cargas elétricas nas nuvens e faz com que estas se agrupem e criem precipitação.

Quando as gotas se fundirem e forem suficientemente grandes, cairão como chuva", explicou o investigador Maarten Ambaum, que trabalha na Universidade de Reading, em Inglaterra, à BBC.

O investigador considera este método o melhor para criar chuva, uma vez que não requer o uso de produtos químicos.

Um dos emirados que o vai fazer é o Dubai, cidade construída no meio do deserto, e onde o calor abrasador persiste durante todo o dia.

Mas nem tudo está a correr bem, e as chuvas criadas pelo Centro Nacional de Meteorologia do país causaram condições difíceis de circulação nas estradas da cidade de Ali Ain e levaram à formação de lençóis de água ao lado das estradas.

Segundo avança o jornal britânico Independent, o projeto criado por investigadores da Universidade de Reading, no Reino Unido, tem como objetivo aumentar a precipitação no país do Médio Oriente, que é em média de apenas dez centímetros.

Em 2017, os EAU investiram 15 milhões de dólares (cerca de 12 milhões de euros) em nove projetos diferentes para produzir chuva, incluindo este projeto dos drones.

/ IC