Poderia ser apenas mais uma audiência via 'Zoom', entre as dezenas que acontecem diariamente no Tribunal Judicial do Texas, não fosse um dos intervenientes da mesma, ser... um gato. 

No momento em que o juiz Roy Ferguson deu início ao processo virtual em questão, na passada terça-feira, não esperava certamente ver, nas janelas virtuais da plataforma 'Zoom', dois advogados e um felino. No entanto, foi com esse cenário que se deparou, e tudo graças a um filtro que não foi desativado.

Branco e com uns expressivos olhos azuis, assim era o quarto participante da reunião, que na verdade era o advogado Rod Ponton, que fez questão de esclarecer, "Eu estou aqui, não sou um gato"

Mas, nessa altura, o juiz já tinha alertado, "Sr. Ponton, acredito que tenha, nas configurações de vídeo, ativado um filtro".

O vídeo do momento ficou viral, numa questão de poucas horas, e o juiz Fergunson, que ajudou o advogado a resolver a situação, deixou uma mensagem no Twitter. 

Dica importante para o Zoom: quando uma criança usar o seu computador, antes de entrar numa audiência virtual, verifique as definições de vídeo para ter a certeza de que os filtros não estão ativados. Este "gatinho" acaba de fazer um anúncio formal sobre um caso no 394.º distrito", "tweetou". 

Diogo Assunção