“Todas as cidades hoje em dia estão interessadas em ter festivais no espaço público – escultura, artes performativas ou teatro – mas em todos trabalhos que vemos, o corpo nu continua um a ser um tabu. Eu quero fazer com que a nudez se torne normal nos espaços públicos, por razões artísticas”, disse o organizador.




“É um tema que afeta toda a gente. Uns gostam, outros têm problemas com ele. Há muitas pessoas conservadoras na Suíça, mas quando se passei com as pessoas suíças, são tolerantes e abertas”.