Dois irmãos australianos foram multados em dois milhões de euros por recusarem o pagamento de impostos. A dupla cristã alega que a tributação vai “contra a vontade de Deus”. Fanny e Rembertus Beerepoot estavam sem pagar impostos desde 2011. 

O caso chegou ao tribunal da Tasmânia, depois de uma dívida acumulada de 930 mil dólares (cerca de 820 mil euros). Já tinham sido multados pelo fisco australiano anteriormente. Em 2017, a câmara da localidade onde vivem hipotecou a quinta dos irmãos, de forma a reaver uma multa inferior a três mil euros.

O par é profundamente religioso e não tem tido problema em enfrentar o poder político. Rembertus Beerepoot afirmou em tribunal que chegou a enviar cartas à rainha Isabel II e ao primeiro-ministro australiano. Nas missivas pedia uma alteração à lei dos impostos, que estaria a provocar uma maldição na Austrália: “À medida que saímos da jurisdição de Deus, este país [n.d.r. Austrália], recebeu maldições que se começam a ver na forma de secas e infertilidade”.

Transferir a nossa fidelidade de Deus para a Commonwealth significa uma rebelião contra Deus e consequentemente a quebra do primeiro mandamento”, disse Rembertus Beerepoot em tribunal.

As referências à relação entre a religião e a política foram constantes ao longo do julgamento. Mas as alegações não convenceram o juiz: “No meu ponto de vista, a Bíblia diz que os assuntos civis e a lei de Deus operam em esferas diferentes”.

O magistrado acabaria por condenar o homem e a mulher ao pagamento de um milhão de euros cada um, nesta quarta-feira.

Se não me encontrarem uma passagem na escritura ou no evangelho que diga ‘não deverão pagar impostos’, então eu tenho dificuldade em encontrar um ponto de partida”, disse o juiz.

Apesar da condenação, o juiz Stephen Holt afirmou que não acreditava que tudo se tratasse de um esquema: “Acredito que as submissões são honestas e genuínas e que eles não estavam a tentar fugir às responsabilidades fiscais”.

A ligação da família com os assuntos bíblicos já vem de trás. O pai de Fanny e Rembertus foi o fundador do website Caleb's Journal, onde todos os temas giram à volta da Bíblia. Desde a morte do progenitor que os irmãos têm gerido a página. A família gere ainda um pequeno negócio de mel, conhecido como Melita Honey Farm.

No website do negócio pode ler-se que a família tem origem na Holanda, de onde saiu para a Austrália no início da década de 1980. Viria a estabelecer-se na Tasmânia 15 anos mais tarde, numa tentativa de encontrar um estilo mais europeu.