Um cidadão norte-americano poderá ser condenado a dois anos de prisão depois de ter criticado um resort na Tailândia numa avaliação num conhecido site de viagens.

O homem é acusado de difamação pelo hotel, o Sea View Resort, em Koh Chang, crime punível naquele país do sudeste asiático com uma pena de prisão de até dois anos.

O incidente que espoletou a má crítica no Tripadvisor foi a tentativa do hotel em cobrar uma "taxa de rolha", depois de o norte-americano, juntamente com um amigo, terem comprado e levado bebidas alcoólicas para o hotel, em junho passado.

O Sea View Resort acusa Wesley Barnes de uma "campanha caluniosa" em diferentes plataformas, motivo pelo qual apresentou queixa.

O norte-americano chegou, inclusive, a ser detido este mês, tendo sido libertado sob fiança ao fim de dois dias na prisão.

Numa das críticas que tentou publicar no Tripadvisor, Barnes escreveu que o hotel "tratava os seus funcionários como escravos", mas o site recusou publicar o comentário por não se enquadrar nas suas regras.

O hotel insiste que não tem problemas com críticas negativas, apenas com a calúnia.

Não temos problemas com críticas honestas. Como podem ver, muitas críticas negativas continuam a ser publicadas. A difamação maliciosa é que é um problema. Decidimos apresentar queixa como forma de dissuasão, uma vez que acreditamos que ele vai continuar a escrever estas críticas", alegou o hotel, em comunicado.

Redação / CM