Um agente da polícia do Uruguai enfrenta um processo disciplinar, depois de, no último dia 25 de maio, ter multado uma jovem por “imprudência”, ao circular “com excesso de beleza”.

Na nota de multa, o polícia escreveu como justificação: “Imprudência no manuseamento (circula com excesso de beleza na via pública). Amo-te.”

A fotografia da multa foi parar às redes sociais e o jornal El Telégrafo fez uma notícia sobre o assunto, que se tornou ainda mais viral.

A declaração de amor pode sair cara ao agente. A Direção de Trânsito abriu-lhe um processo disciplinar com carácter sumário, por ter usado um documento público com um fim não previsto e não autorizado.

O processo pode ter várias consequências para o agente, desde uma suspensão temporária de funções ou mesmo uma suspensão temporária do trabalho, sem remuneração.