O último ano de contrato de Adrián López com o FC Porto está a ser o melhor de dragão ao peito. Essa é a convicção do avançado espanhol, que revelou à comunicação social a sua satisfação por ter voltado a ser opção nos campeões nacionais.

«Este é o ano em que estou a jogar mais e em que me sinto mais feliz. Sérgio Conceição contou comigo desde o início. Cada vez que entro em campo, espero devolver-lhe toda essa confiança, mostrando o meu melhor rendimento para o bem da equipa», afirmou Adrián, constatando o que mudou: «Pude ficar aqui. Não fui emprestado. Sinto confiança por parte do corpo técnico e colegas de equipa (...) Houve outros anos em que não tive a opção de ficar. Este ano quero fazer uma época inesquecível no clube. No ano passado foi uma grande época, com a conquista do campeonato. Este ano queremos que seja ainda melhor.»

Adrián, que termina contrato no final desta época, evitou falar sobre uma possível renovação. «Estou contente aqui, mas não penso agora na renovação. Quero desfrutar de cada minuto que possa jogar. Se já fui abordado? Não. Sobre esse tema ainda não falámos», afirmou o avançado espanhol de 30 anos aos jornalistas, após o jogo frente ao Schalke.

A vitória frente aos alemães (3-1) valeu ao FC Porto o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões e com estatuto de cabeça de série. Porém, Adrián não antevê facilidades no sorteio. 

«Passámos aos oitavos e qualquer adversário que nos calhe vai ser de um grande nível. Temos de fazer o nosso trabalho. Somos uma equipa boa, unida e forte. Temos de tirar o nosso melhor rendimento», concluiu.

Sérgio Pires