Ruben Amorim, treinador do Sporting, comentou o forte apoio dos adeptos à equipa antes e durante o jogo com o Nacional, que os leões venceram por 2-0. Questionado sobre se já se sentia sportinguista, Amorim respondeu com… sinceridade.

«Agradeço muito o apoio dos adeptos aos jogadores porque eles dão tudo pelo clube. Eu sou mais um sportinguista. Não vou dizer que sou do Sporting desde pequenino, ou que mudei convicções, mas defendo os meus jogadores e o meu clube até à morte. Acho que tenho mais respeito dos adeptos se disser a verdade e eu sou profissional, sou do Sporting e gosto muito do clube.»

[adeptos parecem já não duvidar que o Sporting vai ser campeão]

«Não haver dúvidas de que o campeonato já não foge, era mau sinal. Significava que estávamos muito distraídos. Eu quero os jogadores a pensar que podem perder pontos em qualquer campo porque tudo é possível.

A equipa agradece o apoio. A grande vitória destes jogadores e destes miúdos foi mudar a dinâmica do clube. Isso é um grande mérito porque é muito difícil fazê-lo num ano. Agora falta tão pouco, mas ainda falta muito.»

Adérito Esteves / Estádio de Alvalade, Lisboa