Já fez LIKE na TVI24?

Estudante obrigada a enrolar uma cortina nas pernas para fazer um exame

Redação IC

O caso aconteceu numa escola indiana. Devido a oposição de um vigilante. O pai da jovem ainda tentou comprar um par de calças num mercado local

Uma estudante indiana de 19 anos, que apareceu de calções para fazer um exame, viu-se obrigada a enrolar uma cortina à volta das pernas, após um vigilante se ter oposto à sua roupa.

Segundo a imprensa local, Jublee Tamuli viajou 70 km com o pai, para realizar um exame de entrada na Universidade, na cidade indiana de Tezpur.

PUB

Devido a oposição do vigilante, o pai da menina ainda tentou comprar um par de calças num mercado local, mas como o teste tinha o tempo contado, a jovem acabou por se tapar com uma cortina, que lhe foi dada para o efeito.

Foi a experiência mais humilhante da minha vida. É crime usar calções? Todas as raparigas usam calções. E se não queriam que usássemos calções, deveriam tê-lo mencionado nos documentos do exame", afirmou a jovem a um jornalista do India Today.

A jovem foi autorizada pelos seguranças a entrar no instituto, mas foi impedida de entrar na sala de exames pelo vigilante. Ainda pediu para falar com o pai, contudo, não a deixaram.

Segundo a BBC, nas redes sociais o comportamento do vigilante está a ser considerado um "ultraje", "ridículo" e um "policiamento moral".

Já ao Indian Express, Tamuli, relembrou o comentário que o vigilante lhe disse: "Se não tens bom senso, como irás vencer na vida?". Por fim, lamentou o facto de estarem mais preocupados com a sua roupa, do que em cumprirem os protocolos de segurança devido à covid-19, como o uso de máscara ou lhe verificaram a temperatura.

VÍDEO MAIS VISTO
O resumo da goleada do Sporting em Istambul

PUB

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
VÍDEOS MAIS VISTOS
ÚLTIMAS

PUB