Já fez LIKE na TVI24?

Censos 2021: "Não carreguem nos links", GNR alerta para SMS e e-mails fraudulentos

Nuno Mandeiro

As autoridades acrescentam que não "há necessidade de o recenseador entrar na residência" de nenhum inquirido

Os Censos estão de volta ao país, passados dez anos. A responsável pelo gabinete para os Censos 2021, Paula Paulino, lembra que este estudo “é a maior operação estatística realizada em Portugal e têm como objetivo contar e caracterizar a população residente e o parque habitacional”.

Contudo, a GNR lembra que com este tipo de acontecimentos à escala nacional, que envolvem elevado contacto com a população, é usual que surjam vários casos de tentativas fraudulentas, as conhecidas burlas.

PUB

O tenente-coronel João Fonseca alerta para SMS ou e-mails que peçam ao cidadão para facultar dados ou para aceder a algum tipo de link, relacionado com os Censos 2021.

Quer no "smishing", tentativa de burla através de SMS, ou phishing, que ocorre sobretudo através de e-mail, "a pessoa é tentada a clicar num link e depois poderá dar acesso a uma série de informação que tenha no telemóvel ou no computador”.

Não carreguem nos links que possam receber, quer por SMS quer ao nível de um e-mail, relacionados com os Censos 2021”, alerta o tenente-coronel João Fonseca.

PUB

Os idosos que se encontram em situação de isolamento continuam a ser o grupo de maior risco. "Com menos acesso à informação e às tecnologias" tornam-se as vítimas preferidas dos burlões.

A GNR reitera que "a resposta ao questionário é sempre gratuita”, pedindo a todos os cidadãos que desconfiem caso "alguém pedir algum tipo de contrapartida, como dinheiro".

Os Censos 2021 podem ainda fomentar um aumento no número de assaltos a residências. O tenente-coronel João Fonseca garante que não existe razão nenhuma para que um recenseador tenha de entrar na casa do inquirido.

Não há necessidade de o recenseador entrar na residência. Essa é uma situação anormal e as pessoas devem estar atentas”, refere o tenente-coronel João Fonseca.

PUB

Censos 2021: perdi as credenciais e agora?

Paula Paulino, coordenadora do gabinete para os Censos 2021, explicou à TVI24 como pode responder aos Censos 2021 e o que deve fazer caso perca as credenciais de acesso a censos2021.ine.pt.

Em caso de perda do "login" que lhe dá acesso ao inquérito dos Censos 2021, o cidadão tem três hipóteses: a linha de apoio, deslocar-se à junta de freguesia ou esperar pela visita de um recenseador.

Pode ligar para a nossa linha de apoio. O número é o 21 054 20 21. Pode também aguardar a visita do recenseador. Ou ainda deslocar-se à sua junta de freguesia, parceiras desta operação, juntamente com o Instituto Nacional de Estatística (INE), que prestaram toda a ajuda necessária”, explica Paula Paulino.

Nesta primeira fase de inquirição, a ideia "é que as pessoas respondam de forma autónoma pela internet". Contudo, se tal não for possível o cidadão "pode responder por telefone, na linha de apoio, e ainda pode deslocar-se à Junta de Freguesia para efetuar o questionário".

PUB

Os recenseadores apenas visitaram as habitações de quem não tenha respondido através de nenhum destes métodos.

A resposta aos Censos 2021 é obrigatória, havendo multas previstas em caso de incumprimento. No entanto, Paula Paulino garante que o INE vai centrar-se no dever cívico de cada português e não nas coimas.

A resposta aos Censos é obrigatória, gratuita e é, acima de tudo, um dever de cidadania. É um dever de cada um de nós ficar nesta fotografia do país para que ela seja nítida”, refere a coordenadora do gabinete para os Censos 2021.

VÍDEO MAIS VISTO
Novo vídeo do Estado Islâmico mostra criança a executar dois reféns

PUB

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
VÍDEOS MAIS VISTOS
ÚLTIMAS

PUB