A conquista da Taça de Portugal pelo Sporting fez com que todos os quatro troféus nacionais disputados na mesma época desportiva fiquem numa só cidade pela primeira vez na história do futebol português.

Com o triunfo diante do Sp. Braga no desempate através da marca das grandes penalidades, os leões fecharam o que o Benfica tinha começado no início da temporada, em agosto de 2014, com a vitória da Supertaça sobre o Rio Ave. Seguiram-se mais dois títulos das águias: o campeonato e a Taça da Liga, ambos já no mês de maio que encerrou com a Taça de Portugal para o Sporting.

Esta análise é passível de ser realizada desde a época 2007/08 (ano da primeira edição da Taça da Liga). Desde então FC Porto e Benfica estiveram a um troféu de levar para a Invicta e para a capital, respetivamente, todos os títulos disputados entre agosto de um ano e maio do ano seguinte. Em 2010/11, os dragões, então orientados por André Villas Boas, começaram a época com a conquista da Supertaça. Seguiram-se a Liga e a Taça de Portugal, mas falharam na Taça da Liga. Na época passada, os encarnados fizeram um tri inédito (Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga), mas ficou a faltar a Supertaça, que ficou na posse da equipa portista.

Já este ano, após a vitória da Supertaça, as águias estiveram na posse de todos os troféus. Não foram, no entanto, todos ganhos na mesma época.

Ora, se a Taça da Liga é ainda uma prova imberbe, analisemos então o período entre 1979 (criação da Supertaça Cândido de Oliveira) e 2007. São 28 anos, durante os quais apenas uma equipa (Benfica) conseguiu erguer todos (à data três) os troféus oficiais em disputa numa época, levando-os todos, assim, para Lisboa: aconteceu em 1980/81.

Excluindo a Taça da Liga, o registo histórico alcançado esta época por Benfica e Sporting só tem comparação a sul precisamente com a época referida no parágrafo anterior e com a de 1982/83, em que os leões ficaram com a Supertaça e as águias com o campeonato e a Taça de Portugal. Portanto, há 32 anos que Benfica e Sporting não repartiam entre si todas as provas oficiais nacionais disputadas numa época.

O mesmo feito foi alcançado por FC Porto e Boavista, mas por três vezes. Em 1991/92 e, depois, em duas épocas consecutivas: 1996/97 e 1997/98.
 
TÍTULOS POR TEMPORADA  (plenos de cidades)
Ano Supertaça Campeonato Taça de Portugal Taça da Liga
1979/80 Boavista Sporting Benfica  
1980/81 Benfica Benfica Benfica  
1981/82 FC Porto Sporting Sporting  
1982/83 Sporting Benfica Benfica  
1983/84 FC Porto Benfica FC Porto  
1984/85 FC Porto FC Porto Benfica  
1985/86 Benfica FC Porto Benfica  
1986/87 FC Porto Benfica Benfica  
1987/88 Sporting FC Porto FC Porto  
1988/89 V. Guimarães Benfica Belenenses  
1989/90 Benfica FC Porto E. Amadora  
1990/91 FC Porto Benfica FC Porto  
1991/92 FC Porto FC Porto Boavista  
1992/93 Boavista FC Porto Benfica  
1993/94 FC Porto Benfica FC Porto  
1994/95 FC Porto FC Porto Sporting  
1995/96 Sporting FC Porto Benfica  
1996/97 FC Porto FC Porto Boavista  
1997/98 Boavista FC Porto FC Porto  
1998/99 FC Porto FC Porto Beira-Mar  
1999/00 FC Porto Sporting FC Porto  
2000/01 Sporting Boavista FC Porto  
2001/02 FC Porto Sporting Sporting  
2002/03 Sporting FC Porto FC Porto  
2003/04 FC Porto FC Porto Benfica  
2004/05 FC Porto Benfica V. Setúbal  
2005/06 Benfica FC Porto FC Porto  
2006/07 FC Porto FC Porto Sporting  
2007/08 Sporting FC Porto Sporting V. Setúbal
2008/09 Sporting FC Porto FC Porto Benfica
2009/10 FC Porto Benfica FC Porto Benfica
2010/11 FC Porto FC Porto FC Porto Benfica
2011/12 FC Porto FC Porto Académica Benfica
2012/13 FC Porto FC Porto V. Guimarães Sp. Braga
2013/14 FC Porto Benfica Benfica Benfica
2014/15 Benfica Benfica Sporting Benfica
David Marques