O primeiro-ministro, António Costa, voltou esta segunda-feira a defender que o seu apoio à recandidatura do presidente do Benfica “rigorosamente nada” tem a ver com a sua vida política ou funções.

Mais uma razão acrescida para que não misture de forma alguma aquilo que são as minhas responsabilidades enquanto agente político com coisas que rigorosamente nada têm ou tiveram a ver com a minha vida política ou funções”, disse.

Costa respondia aos jornalistas à saída de uma visita à Escola Secundária de Benavente, assinalando o primeiro dia do arranque do ano letivo, desta feita num contexto de pandemia de covid-19.

O chefe do Governo preferiu manifestar-se “150% concentrado” no assunto que o trouxe ao referido estabelecimento de ensino e evitou responder a mais questões sobre a sua inclusão na comissão de honra da candidatura do atual presidente “encarnado”, Luís Filipe Vieira, envolvido em diversos processos judiciais.

VEJA TAMBÉM:

/ RL