Assalto final em França

Três suspeitos mortos pela polícia no assalto final à fábrica de Dammartin-en-Goële e ao mini-mercado de Vincennes
Quatro reféns mortos e quatro feridos graves no mini-mercado de Vincennes
BFMTV falou com os suspeitos antes de morrerem. Disseram que o ataque ao «Charlie Hebdo» foi encomendado pela Al Qaeda do Iémen
08 Janeiro 2015

AO MINUTO

20:50
VÍDEO

Cenário de guerra em França

Tensão e muito armamento em dois cercos que duraram horas
9 jan 2015, 19:56
20:49
VÍDEO

TVI em direto de Dammartin-en-Goële

Jornalista José Carlos Araújo recorda o assalto à fábrica onde se encontravam os dois irmãos Kouachi
9 jan 2015, 20:35
20:34
«Quando há 17 mortos, há falhas», diz o primeiro-ministro Manuel Valls à BFM TV

«17 franceses mortos em três dias não acontecia há décadas»

 
20:32
VÍDEO

TVI em direto de Vincennes

Jornalista Pedro Moreira recorda o que aconteceu no supermercado judaico
9 jan 2015, 20:28
20:18

Hollande apela a todos os franceses que se unam à marcha de domingo

20:04
Primeiro-ministro israelita, Benyamin Nétanyahou, reagiu ao ataque ao supermercado judaico, do qual resultaram quatro mortos, pedindo a França que mantenha o nível de segurança elevado em redor das instituições judaicas. «Mesmo depois de voltar à normalidade» 
19:59

Cartoonista do «Charlie Hebdo» que sobreviveu apela à mobilização para a marcha de domingo

19:59
Ministro do Interior confirma que os irmãos Kouachi e também Amedy Coulibaly - os três homens mortos nas operações levadas a cabo pela polícia -  «eram conhecidos dos nossos serviços».

«Mas nada levava a crer que pudessem cometer atos deste tipo»
19:56
Ministro do Interior confirma quatro mortos no ataque ao supermercado em Vincennes e que os irmãos Kouachi saíram aos tiros da fábrica onde estavam barricados

«Tomámos a decisão de realizar estas operações para libertar os reféns»



 
19:40

Sarkozy emite comunicado

«A nação está mais uma vez triste com a morte de muitos dos nossos compatriotas. Os ,eus pensamentos estão com as vítimas e com os feridos dos ataques bárbaros, e suas famílias. Gostaria de dar o meu apoio à comunidade judaica na França mais uma vez duramente posta à prova»
19:37

«Os Estados Unidos estão com França»

Barack Obama diz que foi informado constantemente sobre os acontecimentos em França e avisa: «O governo francês deve manter-se vigilante»
19:36
19:33
«Os franceses estão aliviados. É preciso perceber que aconteceu algo excepcional, haverá um antes e um depois. Este ataque mortal contra os nossos valores, contra a França, contra o que ele representa... A França não pode ter medo, deve ser capaz de se unir», diz o primeiro-ministro francês
19:31
PM francês: «Guerra é contra o terrorismo, não contra uma religião, não contra o Islão». Manuel Valls pede tolerância religiosa aos franceses:

«Quando atacamos um muçulmano, porque ele é muçulmano, quando atacamos um judeu porque é judeu, quando atacamos um católico porque é católico, atacamos a França, atacamos os seus valores» 
19:29
PM francês, Manuel Valls: «Não há risco zero». «Há todos os dias possibilidade de falhas. Devemos tirar lições, analisar o que se passou». «Temos de lutar contra esta radicalização» 
19:29
19:26
PM francês, Manuel Valls, diz que os polícias que fizeram o assalto ao supermercado, para apanhar o sequestrador, foram «hérois».

«A decisão de avançar com o assalto foi tomada depois do almoço pelo Presidente da República, eu mesmo, pelo ministro do Interior e pelo ministro da Justiça».
19:23
Primeiro-ministro francês: «Percebemos ontem à noite que há uma ligação entre o bárbaro massacre de Charlie Hebdo e a polícia morta em Montrouge»
19:22

Passos Coelho e Assunção Esteves vão à marcha de domingo

Fonte do gabinete do primeiro-ministro avança à TVI24 que Passos Coelho e a presidente da AR vão estar presentes na marcha de domingo em Paris.

Passos Coelho vai alterar a sua agenda para estar presente. 
19:21

Primeiro-ministro francês também fala ao país

Manuel Valls diz que o país está «a fazer face a uma grande ameaça terrorista»
Loading

N�o existem mais eventos...