Conferência banca

AO MINUTO: "O Presente e o Futuro do Sector Bancário" numa conferência que junta as principais figuras do setor. Em direto no TVIPlayer
17 Maio 2016

AO MINUTO

18:52
18:12

Banco mau, a grande discussão nesta conferência

O resumo feito pela jornalista Vanessa Cruz, que acompanhou o debate sobre o presente e o futuro do setor bancário

Não referimos neste direto do Facebook, mas o primeiro-ministro disse também, e a propósito do Novo Banco, que seja qual for a solução encontrada, o fundo de resolução é que tem de assumir os encargos. A garantia de António Costa neste cenário: "A venda por custo baixo pode ter encargos elevados no sistema, mas não contará com qualquer desconto por parte dos contribuintes". Quanto à Caixa Geral de Depósitos, defendeu que deve permanecer com capitais "exclusivamente públicos".

18:11
VÍDEO

Costa: "O setor bancário desempenha um papel fundamental nas nossas economias"

Intervenção do Primeiro Ministro, António Costa, na conferência TVI/APB "O Presente e o Futuro do Sector Bancário"

17 mai 2016, 18:14
18:10
VÍDEO

Novo Banco: "Todas as opções estão em cima da mesa", diz Costa

O Primeiro Ministro, António Costa, reiterou a necessidade de não haver mais custos para os contribuintes e promover a estabilidade financeira

17 mai 2016, 18:16
18:01
VÍDEO

"Muitos bancos estão tão envolvidos nas malhas do sistema que o seu colapso pode desencadear uma crise sistémica"

Intervenção de Danièle Nouy, presidente do Conselho de Supervisão do Mecanismo Único de Supervisão, na sessão de encerramento da conferência TVI/APB "O Presente e o Futuro do Sector Bancário"

17 mai 2016, 17:46
17:53

CGD deve permanecer com capitais "exclusivamente públicos", diz Costa

"Não pedimos privilégios, mas em condições de igualdade das demais instituições, o Estado tem de dispor das mesmas condições para banco de todos poder cumprir as exigências regulatórias", diz o primeiro-ministro, enviando um recado a Bruxelas, que não quer injeção de capital do Estado na Caixa. 

17:50

Novo Banco: contribuintes não serão prejudicados, diz Costa

"Estado tem interesse direto neste processo. O montante pelo qual será feita a alienação não afetará o crédito do Estado sobre o fundo de resolução, mas é relevante na medida em que constitui uma ameaça à estabilidade do sistema financeiro. Vou repetir para que fique claro: independentemente do valor da alienação, as responsabilidades do fundo de resolução para com o Estado manter-se-ão". 

"A venda por custo baixo pode ter encargos elevados no sistema, mas não contará com qualquer desconto por parte dos contribuintes".

É preciso "ponderar todas as alternativas e assegurar que o processo seja o mais competitivo possível", defende.

17:47

Costa e o banco mau: "Não será bom caminho ignorar o problema"

Primeiro-ministro diz que é da maior relevância ultrapassar esta questão, que afeta "alguns bancos". 

"Não existe uma solução fácil mas é necessário trabalhar para encontrar forma de superar essa questão. Soluções são hoje mais difíceis do que no passado, visto que as regras europeias mudaram. As exigências são muito maiores", mas Costa apela a que todos os atores tentem encontrar uma solução. 

17:47

PM quer empresas mais autónomas financeiramente

António Costa anuncia para 16 de junho a "apresentação de propostas e medidas para incentivar o reforço dos capitais próprios das empresas".

17:43

António Costa já discursa

Primeiro-ministro encerra conferência sobre a banca

17:38

“O setor bancário entrou num novo mundo, estou convencida que este é melhor que o anterior, ainda assim levará algum tempo a ajustarmo-nos ao novo enquadramento regulamentar e de supervisão, a ultrapassar o legado da crise financeira e a concluir as mudanças estruturais necessárias”, concluiu Danièle Nouy.

17:36

Vantagens da supervisão bancária

Três vantagens:

1 – "Permite que os bancos da área do euro sejam supervisionados com os mesmos padrões elevados. (…) Podemos comparar o desempenho dos bancos em vários países de forma a identificar problemas numa fase precoce."

2- "No que respeita aos bancos de grande dimensão, o BCE confia evidentemente nos conhecimentos especializados e na experiência dos supervisores nacionais que integram maioritariamente as equipas de supervisão pertinentes. As autoridades nacionais encontram-se representadas no conselho de supervisão. A supervisão europeia assenta na cooperação."

3- "Todos partilhamos o objetivo comum de ter um sistema bancário mais estável, a supervisão bancária europeia constituiu uma etapa decisiva para alcançar este objetivo."

17:35

Danièle Nouy: "Transpor a supervisão bancária foi um passo necessário"

"A paisagem, o quadro regulamentar mudou e cenário da supervisão alterou-se significativamente a 4 de novembro de 2014 quando o BCE começou a supervisionar diretamente os 120 bancos de maior dimensão na área da Zona Euro. Transpor a supervisão bancária para a esfera europeia representou o maior passo no sentido da integração desde a introdução do euro e tratou-se de um passo necessário."

17:32

Danièle Nouy começa por fazer uma analogia com a época dos descobrimentos portugueses para descrever as mudanças na banca. Um tempo novo.

“Permitam-me traçar o novo mundo e a sua paisagem, e porque é melhor que o antigo. Comecemos pela prevenção em situações de emergência, pela regulamentação e pela supervisão, na criação do novo mundo dos bancos, os políticos pautaram-se por dois objetivos principais: primeiro aumentar a resiliência das instituições bancárias e em segundo realinhar os incentivos aos bancos e aos investidores e proteger os contribuintes."

17:28
VÍDEO

"A banca tem que ser totalmente reiventada"

António Vieira Monteiro, presidente do Santander Totta, diz que a banca tem de se adaptar ao desenvolvimento tecnológico e ao digital

17 mai 2016, 17:23
17:26
VÍDEO

"Os bancos têm uma obrigação: ter a confiança dos depositantes"

António Vieira Monteiro, presidente do Santander Totta, diz que a principal responsabilidade dos bancos são os depositantes

17 mai 2016, 17:18
17:23

Começa a sessão de encerramento, fala neste momento a presidente do Conselho de Supervisão do Mecanismo Único de Supervisão, Danièle Nouy

17:11
17:09

António Costa já está no hotel Ritz

Enquanto decorre a reta final do debate dos CEO's dos bancos BPI, BCP, Novo Banco, Santander Totta e BIG, o primeiro-ministro chega ao hotel Ritz, onde vai fazer uma intervenção, a última da conferência.

17:09
VÍDEO

"Estamos a construir o nosso caminho sem pensar na vinda divina de um banco mau"

Vim para o Novo Banco para, enquanto aqui estiver, criar valor", diz o CEO do Novo Banco

17 mai 2016, 17:02
Loading

Não existem mais eventos...